23/04/2020

Concremat entra como sócia da start up Stant, em seu primeiro movimento de corporate venture capital

Pouco mais de dois anos depois de começar a ser adotada como ferramenta de gestão de obras na Unidade de Negócio Multisites da Concremat, a plataforma digital Stant se tornou tão parceira que entrou para o time: a Concremat adquiriu 30% da start-up que a desenvolveu, em investimento realizado no fim de 2019 e oficializado no início de 2020. Esta é a primeira vez que a Concremat faz um movimento de corporate venture capital – modalidade de investimentos alternativos utilizada para apoiar negócios por meio da compra de uma participação acionária. A ideia é que, a partir de agora, a Stant seja usada em contratos das demais Unidades de Negócio da companhia.

“A Stant permite que o cliente tenha acesso a informações e que acompanhe as obras de forma simples e on-line pelo smartphone ou pelo tablet. Assim fica todo mundo na mesma página”, resume Arthur Sousa, vice-presidente de Engenharia da Concremat. “O grande projeto da empresa para 2020 é levá-la para todas as nossas obras. Nossa intenção é ter um ambiente de inovação maior, um ecossistema mesmo. Até para desenvolver outras plataformas mobile”, acrescenta.

Entre as vantagens conquistadas pelo uso da ferramenta de gerenciamento de obras, destacam-se a velocidade de informação, que é uma necessidade cada vez maior dos clientes, a confiabilidade desta informação e a produtividade, já que economiza tempo, como no caso da preparação de relatórios.

“Um grande diferencial da Stant é a transparência no processo, no qual cliente e gestores têm acesso a informação on-time. Outra questão a ser considerada é o ganho de produtividade. Antes um fiscal percorria as obras e, ao fim do dia, precisava montar os relatórios, tendo que verificar uma série de anotações e organizar fotos. Hoje a operação tem mais tempo para focar na atividade-fim, que é fiscalizar a execução dos serviços”, diz Alba Pires, Diretora Executiva que responde pela Unidade de Negócios Multisites.

Arthur ressalta que a utilização da Stant acabou se revelando estratégica no contexto atual de restrições impostas pelo combate ao COVID-19. “As soluções digitais ficaram mais presentes no dia a dia de trabalho das pessoas neste momento, e essa nova intensidade de uso das ferramentas digitais, como a Stant, será um legado e irá auxiliar numa mudança permanente na forma com que trabalhamos. Já termos essa plataforma rodando na nossa operação foi um acerto feliz da Concremat”.

“Agora como acionistas da Stant, que também tem outros clientes, pretendemos apoiar os esforços de gestão e mentoria para atuar em uma escala maior”, explica o presidente executivo da Concremat, Mauro Viegas Neto, acrescentando que, à medida em que o negócio for crescendo, a participação da Concremat na sociedade poderá ser reduzida ao limite de 10%.

Para conhecer mais sobre a Stant, visite o site da start up: http://www.stant.com.br/