Faça sua busca por palavra-chave ou use os filtros

Templo de Salomão IURD

A Concremat Engenharia realizou análises para garantir a qualidade das pedras utilizadas na construção do Templo de Salomão, originárias de Israel. Para isso, foram realizados ensaios de durabilidade e resistência das pedras em laboratório, estudo da magnitude da ação do vento e teste de carga em protótipo da fachada. Outros serviços executados pela empresa nesse projeto foram controle tecnológico e controle de qualidade dos materiais da obra.

Por ser um empreendimento de grande magnitude e com características diferentes das convencionais, não foram medidos esforços na aplicação de todos os recursos tecnológicos de engenharia para garantir um resultado acima dos padrões.   Implantado num terreno de aproximadamente 28 mil m² na Avenida Celso Garcia, no bairro do Brás, em São Paulo, o complexo, com quase 74 mil m² de área construída, é dividido em dois grandes blocos interligados por uma nave. A construção pode abrigar confortavelmente pouco mais de 10 mil pessoas sentadas.

O prédio frontal, dotado de 11 pavimentos, tem quase 56 metros de altura, contando-se a partir do platô de implantação – isso sem contabilizar os 7 metros para baixo, onde se encontram os dois subsolos que comportam aproximadamente 1,2 mil vagas de estacionamento. O prédio dos fundos é alinhado com a nave e atinge a altura de pouco mais de 41 metros.