Projetos

Projetos

A Concremat vem aprimorando suas ações de responsabilidade social e ambiental e anualmente elegem, para apoio institucional, projetos que contribuam para a geração de valor nestes dois segmentos. Confira algumas iniciativas já apoiadas.

  • Voluntariado e campanhas de doação

    A Concremat incentiva o voluntariado e promovem o engajamento dos colaboradores através de campanha de arrecadação de donativos para instituições localizadas próximas às obras. Em média, são realizadas três campanhas corporativas por ano, beneficiando crianças, idosos e pessoas em situação de rua.

  • Ação de limpeza urbana

    Em 2015, a Concremat apoiou, através de lei de incentivo, a campanha de limpeza urbana realizada pela ONG “Rio, eu amo, eu cuido”. Através de ações irreverentes, os cidadãos foram estimulados a refletir sobre a questão do lixo na cidade, participando de atividades com coleta de resíduos encontrados nas ruas e em praias.

  • Mestres e Ofícios

    Por meio de lei de incentivo, a Concremat patrocinou o projeto Mestres e Ofícios, da Fiocruz, que promoveu em 2015 o curso “A Arte e a Técnica do Afresco”. O curso, realizado no Rio de Janeiro com a participação de 14 alunos, teve o objetivo de preservar a técnica de pintura mural através do compartilhamento de um saber artístico e cultural ameaçado de desaparecer no Brasil, deixando os murais como legado à cidade. A iniciativa foi desenvolvida pela Oficina-Escola de Manguinhos (OEM), da Casa de Oswaldo Cruz.

  • Super Casa

    Realizado na Escola Municipal Nilo Peçanha, localizada em São Cristóvão, no Rio de Janeiro, o projeto ofereceu aos alunos a oportunidade de participar de todas as etapas de uma bioconstrução, empregando materiais naturais, reutilizados e reciclados.

  • Escola Floresta

    Programa de ecoalfabetização e incentivo à cultura da sustentabilidade realizado na Escola Municipal Edmundo Bittencourt, no complexo do Pedregulho, Rio de Janeiro. Os alunos foram responsáveis pelo cuidado e pela manutenção de diversas espécies de árvores nativas dentro de um viveiro​​ construído nas acomodações da escola. Ao fim do ano, os alunos participaram de um evento de reflorestamento e realizaram o plantio das mudas produzidas.